Ação solidária leva impacto às comunidades carentes

 

Na primeira visita do Projeto Daniel à aldeia indígena Três Soitas, as crianças da comunidade kaingang pediram casas em oração, pois todas as famílias viviam em barracos. Na ação seguinte, as casas estavam construídas e as famílias passaram a viver com dignidade.

 

Todos os anos, o Projeto Daniel distribui alimentos para as comunidades indígenas e leva uma mensagem de esperança à população. A aldeia Três Soitas, um dos alvos do projeto, é localizada no bairro Nossa Senhora de Lourdes, em Santa Maria, no Rio Grande do Sul.

 

A comunidade é formada pelos índios kaingang, considerados um dos povos indígenas mais numerosos no Brasil — compostos por aproximadamente 34 mil pessoas. Eles se dividem em mais de 300 áreas nos estados de São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

 

A ação realizada em 2012 não se limitou apenas aos povos indígenas. Uma comunidade carente da Vila Maringá, em Santa Maria, também recebeu apoio e esperança no Natal daquele ano.

 

Assista:

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *