Projeto Daniel traz esperança a centenas de crianças na Uganda

Elas são muito pequenas, inocentes e indefesas, mas já enfrentam uma triste luta contra o vírus HIV. Parte dessas crianças foi abandonada pela família e a outra perdeu seus pais na guerra civil ou para doenças graves, as causas que mais matam homens e mulheres precocemente na África. Não é todo dia que elas recebem alimentos, nem sempre podem tomar banho ou vestir roupas limpas e não há um local adequado para que elas estudem, muito menos material didático. Ainda assim, estão sempre sorridentes, cheias de carinho para oferecer e com esperança de um futuro melhor. Em 2016 essa realidade tocou o coração do apóstolo Joel Engel que, através do Ministério Engel e trouxe à tona o projeto Daniel, criado para aliviar de alguma forma, o sofrimento desses pequenos ugandenses.

“Em minhas experiências na África, pude ter contato direto com essas crianças, sentei no chão com elas, comi com elas; a língua que poderia ser uma barreira, não foi necessária. Nos entendíamos através do olhar. Foi uma das experiências mais impactantes da minha vida por isso não consigo mais estar alheio aos problemas destas crianças e o projeto Daniel veio para tentar leva-las a Cristo”, testemunhou Engel.

O projeto Daniel encontra-se em expansão no continente africano. As doações do Brasil são enviadas aos dirigentes da Igreja Ágape, liderada pelo Arcebispo Bwambale, coordenador da Escola Profética na África. Um dos locais atendidos pelo Projeto é uma creche da Uganda, onde 70% dos órfãos são portadores do HIV.

“Diante de cenas estão tristes como as que vimos na África durante as duas viagens missionárias que realizamos, precisamos refletir sobre o cristianismo que estamos vivendo e pregando. A África é uma pós-graduação em matéria de Evangelho”, afirmou o Apóstolo Joel.

Diante da miséria e da falta de oportunidade para a maioria deles o Projeto Daniel não quer ser apenas um observador, mas sim um ator efetivo de propostas de soluções, pois existe uma saída possível para essas crianças. “As crianças da Uganda precisam de nós para sobreviverem, por isso o Projeto Daniel está investindo e contando com a solidariedade dos brasileiros que podem adotar uma criança, ou simplesmente mandar uma oferta para ajudar na compra de alimentos e itens básicos de higiene, material didático, calçados e roupas”, explicou a Pastora Gabriele Engel, coordenadora do projeto Daniel.

Doações

De acordo com a coordenação do projeto Daniel, as doações estão trazendo uma nova esperança e expectativa de futuro para as crianças: “A alegria deles ao receberem alimentos é algo inexplicável, e são coisas que a maioria de nós tem acesso quase todos os dias, mas falta para eles. É isso que nos move a continuar fazendo as campanhas a fim de expandirmos o projeto e alcançarmos ainda mais crianças”, justificou Gabriele e finalizou falando sobre o grande valor que essas futuras multiplicadoras têm para Deus: “A maior riqueza para Deus são almas, são vidas e essas crianças tem um valor imensurável, pois cada uma delas vale mais do que o mundo inteiro. A nossa ajuda de hoje fará com que elas mesmas, quando crescerem, façam ainda mais por outras crianças”.

Entenda o Projeto Daniel

O Projeto Daniel nasceu em 2016, fruto de uma visão dada por Deus ao pastor Joel Engel durante a sua primeira viagem missionária a Uganda, no leste da África.

O Ministério Engel, fundado por Joel Engel, sempre foi movido a atender às necessidades sociais de grupos carentes na cidade de Santa Maria, no Rio Grande do Sul. Desta vez, a África deu ao ministério um novo foco: as crianças.

O Projeto Daniel é baseado na história do personagem bíblico do Antigo Testamento, que foi levado como prisioneiro para a Babilônia. Mesmo vivendo em cativeiro, Daniel recebeu um lugar de destaque entre as autoridades locais, recebendo boa alimentação e tudo o que precisava. Respaldado por Deus, ele se tornou governador do Império e pode abençoar toda a nação de Israel.

 

Objetivo do Projeto

O objetivo do Projeto Daniel é transformar as crianças africanas em potenciais agentes de mudança em seu país, ajudando a estabelecer educação, assistência médica e boa alimentação através da captação de recursos no Brasil.

 

Projeto em Uganda na prática

Em Uganda, o Projeto Daniel atua exclusivamente na captação de doações através de pessoas que se disponibilizem em adotar financeiramente pelo menos uma criança, enquanto o ministério local é responsável pela estrutura dos centros infantis e recursos humanos, que já são existentes.

 

Contribua fazendo sua doação:

Caixa econômica federal

AGENCIA: 1151

Op 003

CC:  0661-0

Ministério Engel

CNPJ –  94.445.319/0001-74

*Após efetuar o depósito enviar o comprovante para:
WhatsApp –  (055) 9974-8874

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *