Tribo indígena é alimentada com comida e esperança

 

No início de seu trabalho, o Projeto Daniel realizou uma ação solidária no Natal de 2014 para beneficiar a aldeia indígena Três Soitas, localizada no bairro Nossa Senhora de Lourdes, em Santa Maria, no Rio Grande do Sul.

 

A comunidade é formada pelos índios kaingang, considerados um dos povos indígenas mais numerosos no Brasil — compostos por aproximadamente 34 mil pessoas. Eles se dividem em mais de 300 áreas nos estados de São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

 

Na primeira visita liderada pelo pastor Joel Engel, as crianças da comunidade pediram casas em oração, pois todas as famílias viviam em barracos. Na ação natalina do ano seguinte, as casas estavam construídas e até mesmo uma escola estadual passou a funcionar no povoado.

 

Todos os anos, o Projeto Daniel distribui alimentos para as comunidades indígenas e leva uma mensagem de esperança à população.

 

“Vejam como é grande o amor de Deus: Ele se transformou em pão para alimentar os homens. Crianças, cada vez que comerem o pão, lembrem-se que Jesus desceu dos céus e se transformou em pão. A Bíblia diz que quem comer deste pão, jamais terá fome”, ensinou Engel.

 

“Muitas vezes a gente não dá valor, mas o pão vale muito. É gratificante”, disse um dos moradores indígenas.

 

Assista:

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *